“Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para vossa alma” (Mateus 11.29).

Mansidão e humildade são as principais evidências da natureza de Jesus na vida de uma pessoa. Ao pensarmos em mansidão, podemos nos lembrar de um cavalo domado: impossível montá-lo, tocá-lo ou aproximarmo-nos dele quando não está adestrado, mas, uma vez domado, aproximamo-nos com tranquilidade, tocamos nele e montamos com segurança. A humildade tem o poder de nos proteger. Encontro pessoas muito preocupadas em obter poder, conhecimento, mas estão longe da natureza de Cristo. Não têm fome pela Presença do Senhor. A Bíblia diz: Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos (Mateus 5.5). Com certeza, Deus é atraído pela fome e temos que lembrar que ninguém perde a fome, apenas muda, da fome por Deus para a fome por alguma outra coisa. Pecado é hamartia em grego, que significa errar o alvo. Pecado é tudo que te faz errar o alvo; é qualquer coisa que roube a sua fome pela Presença do Senhor. Vemos na Bíblia, os discípulos tentando pular processos, buscando mais uma posição de honra do que adquirir o caráter de Cristo, e a verdade é que, primeiramente precisamos perseguir a natureza de Cristo na nossa vida. Vejo pessoas querendo ir para um nível superior, ouvir uma coisa nova ou ver algo novo, quando em realidade nem colocaram em prática a última mensagem que Deus lhes falou.

agarre esta oportunidade e experimente por você mesmo Emanuel.

Conte com as minhas orações sempre.

Cléo Ribeiro Rossafa

2019 - Horários das reuniões:

Primícias para os comprometidos com Deus: domingo às 09h, 15h e 18h em todos os templos
Vigília do Melhor da Terra: Segunda às 7h, 9h, 15h e 19h30 em todos os templos
Troca de Coração: Terça às 7h, 9h, 15h e 19h30 em todos os templos
Renovação do Entendimento: Quarta às 7h, 9h, 15h e 19h30 em todos os templos
Quinta de Guerra: Às 7h, 9h, 15h e 19h30 em todos os templos
Deus que Sara: Sexta às 7h, 9h, 15h e 19h30 em todos os templos
Disk-Vida:(11) 3296-9449 - Ligue e receba vida!

Palavra de

Vida e Fé:

Aprendei de mim - edição março 2019

artigo - 01jan2019-artigo-emanuel-2.jpg

artigo - 01mar2019-artigo-aprendei-mim.jpg

“Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para vossa alma” (Mateus 11.29).

Mansidão e humildade são as principais evidências da natureza de Jesus na vida de uma pessoa. Ao pensarmos em mansidão, podemos nos lembrar de um cavalo domado: impossível montá-lo, tocá-lo ou aproximarmo-nos dele quando não está adestrado, mas, uma vez domado, aproximamo-nos com tranquilidade, tocamos nele e montamos com segurança. A humildade tem o poder de nos proteger. Encontro pessoas muito preocupadas em obter poder, conhecimento, mas estão longe da natureza de Cristo. Não têm fome pela Presença do Senhor. A Bíblia diz: Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos (Mateus 5.5). Com certeza, Deus é atraído pela fome e temos que lembrar que ninguém perde a fome, apenas muda, da fome por Deus para a fome por alguma outra coisa. Pecado é hamartia em grego, que significa errar o alvo. Pecado é tudo que te faz errar o alvo; é qualquer coisa que roube a sua fome pela Presença do Senhor. Vemos na Bíblia, os discípulos tentando pular processos, buscando mais uma posição de honra do que adquirir o caráter de Cristo, e a verdade é que, primeiramente precisamos perseguir a natureza de Cristo na nossa vida. Vejo pessoas querendo ir para um nível superior, ouvir uma coisa nova ou ver algo novo, quando em realidade nem colocaram em prática a última mensagem que Deus lhes falou.

Há muitos anos, eu falo sobre a necessidade do processo. José, Davi, e tantos outros homens vencedores passaram pelo processo. Os processos são fundamentais, porque por eles somos amadurecidos e nada substituirá o processo do trabalhar de Deus na nossa vida. É comum pessoas querendo pegar apenas o resultado, descartando o processo. A pessoa quer tal resultado sem buscar saber qual caminho foi trilhado; isso não é inteligente. Isso acontece desde o Éden, pois no mesmo jardim que tinha a árvore do bem e do mal, tinha também, a árvore da vida; mas, ao invés de buscar ter todo o conhecimento de Deus, o homem quis pular o processo para saber o que Deus sabia. Foi sedutor ouvir da serpente: … e sereis como Deus. Porque Deus sabe, que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal (Gênesis 3.5). É interessante que a ideia de ser como Deus continua predominando em muitos corações. A raiz disso, é que “me tornando como Deus, eu não precisarei mais d’Ele e então, poderei viver minha vida como quiser”. O homem foi em busca do conhecimento do bem e do mal quando tinha, à disposição dele, a árvore da vida que era onde ele deveria ter se focado: conhecer a Deus, porque todo conhecimento que precisamos deve vir por intermédio do desenvolvimento da nossa vida interior.

Quanto mais conhecemos a Deus, mais maduros nos tornamos, pois a maturidade espiritual, o crescimento do homem interior vem do conhecimento de Deus; Seu desejo sempre foi e continua o mesmo: relacionar-Se com Seu povo.Jesus passou pelo processo. Durante os seus dias de vida na terra, Jesus ofereceu orações e súplicas, em alta voz e com lágrimas, àquele que o podia salvar da morte, sendo ouvido por causa da sua reverente submissão. Embora sendo filho, ele aprendeu a obedecer por meio daquilo que sofreu; e, uma vez aperfeiçoado, tornou-se a fonte da salvação eterna para todos os que lhe obedecem (Hebreus 5.7 ao 9). A maturidade vem em vivermos de acordo com aquilo que já alcançamos. Tão somente vivamos de acordo com aquilo que já alcançamos (Filipenses 3.16). Precisamos entender que é preciso obedecer aquilo que já sabemos. Nosso propósito maior tem que ser tornarmo-nos como Jesus, alcançar a natureza de Cristo e, para isso, precisamos desenvolver a nossa salvação. Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, não só na minha presença, porém, muito mais agora, na minha ausência, desenvolvei a salvação com temor e tremor (Filipenses 2.12).

Para que isso aconteça, a única forma de procedermos é andando segundo o que já alcançamos, maturidade e obediência naquilo que já alcançamos. Porque o que eu vejo na vida de muita gente é a mesma coisa que vemos no Éden, muitos querem saber tudo o que o Senhor sabe, mas sem a disposição de ter a vida determinada por Ele, a vida de Deus. Quando lemos o livro de Levítico, achamos um livro chato, exatamente porque vemos a santidade de Deus nos detalhes, por exemplo, a franja da roupa do sacerdote. Deus atento aos detalhes! Detalhes que nos passariam despercebidos, e até desnecessários, mas não para Ele, que deu detalhes do que queria. O Senhor nos quer mais preocupados e atentos com nossa vida interior. Que o nosso desejo maior seja nos parecer cada dia mais com Jesus. Jesus pediu quando estava noGetsêmani: Pai, se possível passa de mim este cálice. Ele não estava querendo evitar a cruz, os espancamentos, as cusparadas, mas, a separação do Pai, porque nunca tinha Se separado do Pai. Para Adão, entretanto, foi mais importante o ventre do que o relacionamento com Deus.

Adão passou a sentir medo e vergonha quando pecou, tentou se cobrir com folhas de figueira e transferiu a responsabilidade dele para a mulher. Jesus ficou mais de três horas sangrando, completamente nu na cruz, sem nunca ter pecado, trouxe sobre ele todo medo, vergonha, humilhação, foi separado do Pai e, quando todos O atacavam das mais diferentes formas, ele disse: Pai, perdoa, porque eles não sabem o que fazem. Ao contrário de Adão, que culpou a mulher do pecado, Jesus não; é como se Ele dissesse: “A culpa é minha”. A Bíblia diz em Oseias 6.3: Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor. Adão quis a árvore do bem e do mal, queria ser como Deus, saber o que Ele sabe sem ter o caráter d’Ele. Ele precisava crescer no conhecimento de Deus, e nós precisamos crescer na nossa salvação, o que é possível somente conhecendo e prosseguindo em conhecer o Senhor, relacionando-se com Ele intimamente.

Tendo fome por Sua presença. Alcançar a natureza de Cristo,Aprendei de mim que sou manso e humilde. Foi a única vez que o Senhor disse: Aprendei de mim, e o que Ele mandou aprendermos foi sobre mansidão e humildade, manter o foco no que realmente tem relevância, parecer-se com Ele, ser uma cópia d’Ele. Isto é o que temos que perseguir. Maturidade que a Bíblia chama também de perfeição é atingida praticando o que já sabemos. Recebeu, sai praticando. Assim crescemos, avançamos para o próximo nível. A Palavra precisa nos mudar antes de qualquer coisa. Se não nos afeta, como podemos crer que afetará outras áreas? Definitivamente precisamos sofrer uma transformação diária com tudo que temos aprendido. Assim receberemos mais de Deus. “Aprendei de mim”, aprenda com Jesus! Ele aprendeu a obedecer: foi manso e humilde. Seu homem interior perfeito.

Conte com as minhas orações sempre.

Cléo Ribeiro Rossafa 

Mensagem diária

O poder da ressureição está sobre nós. Não há o que temer! O mesmo poder que levantou Jesus dos mortos vivem em nós! Creia nisso e viva essa fé !!!

Artigos:

Leia-os por inteiro!

Mudança de Vida

Mudança de Vida é um livro escrito durante um período de reclusão total absoluta que Cléo Ribeiro Rossafa fez em jejum e oração, 41 dias e 40 noites ininterruptos.
Foi totalmente direcionada pelo Espírito Santo, Companheiro Superior, Absoluto, pois nessa reclusão Ele foi sua Única Companhia.
Vá em frente nesta leitura! Acredite que o Deus da Bíblia transforma vidas hoje!

Fácil localização, dispõe de amplo estacionamento com lanchonete e livraria.

Compartilhe nas redes sociais.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Mudança de Vida

Um novo estilo de vida

Nossa Localização

  • Rua Taquari, 995, Mooca, São Paulo, SP
  • Cep: 03166-001
  • +55 11 3296-9449
  • atendimento@mudancadevida.org

Copyright 2018 - Portal Mudança de Vida. Todos os direitos reservados.

Fechar Menu